Um por todos e todos pela cachaça

Doze profissionais de diferentes formações e uma paixão em comum: o destilado nacional brasileiro. Nossa missão é valorizar esse patrimônio do nosso país e ajudá-lo a conquistar o mundo

Sobre a Cúpula da Cachaça

A Cúpula da Cachaça, antes de ser um grupo, foi um encontro marcado. Um grupo de amigos, especialistas em cachaça que se encontravam em eventos Brasil afora, planejaram, em 2012, uma reunião em que pudessem debater, com a devida calma, os diversos temas pertinentes à bebida nacional brasileira.

Não são poucos os aspectos envolvidos com a história, produção e comercialização da cachaça que suscitam controvérsias e equívocos. E cada um daquele grupo sabia que a cada aprofundamento no conhecimento da cachaça, novos universos vão surgindo. Queríamos trocar conhecimento!

Milton Lima, proprietário da Pousada e Cachaçaria Macaúva liderou a mobilização para reunir a turma na sua casa, que, no período imaginado para o encontro (25 de janeiro de 2013), estaria completando um ano.

No dia marcado, estávamos os primeiros “cúpulos” em torno da mesa do Macaúva. Em três dias de muita conversa, brindes, planos e uma troca de experiência espetacular, vimos que ali nascia um grupo que tinha tudo para se tornar permanente e encabeçar iniciativas ousadas que poderiam colaborar muito com o setor de cachaças. Assim, a “Cúpula” – o nome algo irônico que demos ao encontro – instituiu-se, quase por acaso, em fermentação e destilação lenta e de efeitos surpreendentes, como as melhores cachaças.

Ainda em 2013, surgiu a “Cachaça em Revista”, a publicação oficial da Cúpula, inicialmente para relatar as discussões que tivemos em nosso primeiro encontro. Mas ela cresceu e, em 2015, a terceira edição da publicação, por enquanto, anual, foi lançada.

Depois, surgiu a ideia do “Ranking Cúpula da Cachaça”, uma iniciativa que demandou esforços hercúleos ao longo de todo o segundo semestre de 2013, mas que desaguou, em janeiro de 2014 – quando o resultado foi divulgado, inclusive com chamada na primeira página do jornal Estado de S. Paulo – no momento em que a cachaça teve mais visibilidade nos meios de comunicação em todos os tempos.

O certame teve a cobertura de mais de 200 veículos no Brasil e no exterior, incluindo Rede Globo, G1, R7, O Dia, O Tempo, Estado de Minas, Tribuna do Norte, A Gazeta etc…

Nosso trabalho foi reconhecido com um convite para integrarmos a Câmera Setorial da Cachaça, do Ministério da Agricultura, na qual buscamos apoiar as causas dos produtores e dos consumidores – e é isso que fazemos na nossa “Cachaça em Revista” e em todos os eventos, reportagens e programas de TV e rádio de que participam os 12 integrantes da Cúpula da Cachaça.

Seguimos traçando novas metas para o futuro. Só descansaremos quando a cachaça cumprir seu destino: conquistar os paladares de todo o mundo, colocando nossos produtores no patamar que eles merecem.

13
Membros
2
Rankings
4
Revistas
2000
Copos de Cachaça

Gostaria de saber mais ou ficou com alguma dúvida? Fale Conosco